Menu

Notícias

Teatro

Blogosfera





João Negreiros vence prémio literário
14Jan2013 16:10:05
Publicado por: João Negreiros

012013.png



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (1040)

"O DIA PRIMEIRO" até ao Verão
08Abr2009 22:30:00
Publicado por: João Negreiros

 
 
 
 

Teatro | Espectáculo
O DIA PRIMEIRO

João Negreiros

22 e 24 de Fevereiro | 1,15,29,30 e 31 de Março
1,2,3,4,5,6,19 e 26 de Abril | 10,16 e 31 de Maio
16h
Braga | Auditório do TUM (perto das Frigideiras da Sé)
 
 
 
 
 
 

 

 

Após a magnífica adesão da população de Braga aos espectáculos do Teatro Universitário do Minho na temporada de 2008, o TUM vem repor a peça ?O DIA PRIMEIRO? até ao Verão.

A direcção do TUM e toda a equipa artística da companhia agradecem à comunidade bracarense a casa cheia nas sessões de ?O SEGUNDO DO FIM? (em cena em Outubro e Novembro) e o entusiasmo com que acolheram o nosso trabalho.

Perante os pedidos e as ameaças de muitas famílias voltamos a abrir as portas da rua do Farto a todos os curiosos que se queiram deixar encantar pela surpresa, ternura, beleza e amor de um contador de histórias.
 
 


?O DIA PRIMEIRO? está em cena no Auditório de Bolso do TUM em alguns dias das férias do Carnaval e Páscoa e durante alguns domingos até Maio. Trata-se de uma peça dedicada aos mais novos e a todas as crianças grandes apaixonadas por contar histórias.
 
 
 


Ficha Artística:

Sinopse: Era uma vez um homem que contava histórias. Era uma vez muitas crianças que contavam histórias. Era uma vez tantas, tantas, tantas histórias. Era uma vez muitos reinos de fantasia e de realidade também que já ninguém sabe quem está a contar, mas são tão bonitas e tão divertidas e estamos tão presos a ouvi-las e a contá-las que o tempo parou.

 

É isso esta peça. É a surpresa constante numa roda-viva de acontecimentos em que as crianças são envolvidas sem se darem conta e levadas a sentirem-se público, personagens, narradores e criadores, tudo ao mesmo tempo.

 
 

É a peça da interactividade por excelência, na qual as crianças têm a completa noção de que sem elas este contador de histórias nunca poderia existir.

 

E no final, quando se pensa que as surpresas já estão esgotadas, a maior de todas talvez vem sob a forma de uma grande mensagem para a vida de todas as crianças e de todas as pessoas. E vem não só estabelecer novos recordes para a surpresa, mas também para a ternura, para a emoção, para a beleza e para o amor.

Mas o final não se pode contar?

 

 

 

Autoria/Encenação: João Negreiros.

 

Interpretação: Benjamim Vaz.

 

Sonoplastia: João Negreiros.

 

Direcção de cena: Dina Costa.

 

Operação de luz e som: António Costa, Cátia Cunha e Silva, Dina Costa, José Luís Costa e Tomás Nunes.

 

Idades: dos 3 aos 12 anos.

 

Preço: 3? para netos e avós | 5? para os pais | 10 ? bilhete familiar.
Local: Braga | Auditório do TUM, Rua do Farto (junto à Sé)

 

Reservas: 965530263 | 964344093 | teatrum@gmail.com






Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (1758)

ode ao filho da puta
21Out2008 18:50:00
Publicado por:

 ode ao filho da puta

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (1968)

o benefício da dádiva
21Out2008 18:30:00
Publicado por:

 

o benefício da dádiva

 

 



Ler mais | Comentários (0) | Visualizações (1781)


1 a 4 de 4 Primeiro | Anterior | Seguinte | Último |